Machina

“Os computadores são inúteis. Eles só podem dar respostas.” (Pablo Picasso) No ano 3000 DC, o mundo não tinha mais fronteiras e todos os humanos falavam a mesma língua. Os governos, evidentemente, despareceram e todas as relações da população eram controladas por máquinas processadoras de enorme capacidade, muito além de nossa atual compreensão. A revoluçãoContinuar lendo “Machina”